Livro: Casais inteligentes enriquecem juntos | Gustavo Cerbasi

“Uma vida planejada e com objetivos é mais feliz.”

O quanto você se dedica para viabilizar um sonho?

Em “Casais inteligentes enriquecem juntos” Gustavo Cerbasi apresenta diversas orientações para o planejamento financeiro familiar, desde a preparação para o casamento até o crescimento dos filhos.

Infelizmente, a educação financeira não é um tema abordado claramente nas escolas.

Na vida adulta, as pessoas não se sentem confortáveis em falar sobre o assunto, o que muitas vezes contribui negativamente e gera desentendimentos entre o casal.

Estar com alguém é ter sonhos, evoluir juntos. É poder fazer o que gosta. E isso, muitas vezes, envolve dinheiro. Por que não cuidar dele da melhor possível?

Felizmente as pessoas tem se preocupado mais com o tema (pelo menos é o que eu tenho notado por aí).

Neste livro encontram-se também várias dicas sobre investimentos.

Destaque para as tabelas com exemplos de quanto poupar por mês, considerando o tempo e a taxa de juros para atingir um determinado valor (que às vezes parece impossível, mas acredite: com um bom planejamento, é possível).

Quando se tem um plano, e este plano está sendo seguido com foco, torna-se prazeroso ver ele se concretizando!

E apenas uma última informação: este livro serviu de inspiração para o filme “Até que a sorte nos separe”! Já assistiu?

E você já leu algum livro do Cerbasi? Tem buscado conhecimento sobre o assunto?

Anúncios

Livro: Treze | FML Pepper

“Um pedido com fé pode fazer toda a diferença. Afinal, para Deus tudo é possível.”

Primeiramente eu gostaria de agradecer à querida autora parceira FML Pepper por ter entrado em contato comigo pelo Instagram e proporcionar a experiência de conhecer sua escrita!

Resenha:

Rebeca é hacker e totalmente cética. Ela vive com sua mãe, que a acompanha nos crimes cibernéticos.

Por influência de sua amiga Susy, Rebeca conhece uma cartomante que faz previsões bem esquisitas do ponto de vista dela. A cartomante prevê, basicamente, duas coisas:

1) Ela terá problemas com o crime que está organizando;

2) O 13º namorado mudará sua vida.

O crime realmente não ocorre da forma que Receba previa e a partir daí, sua vida vira de cabeça para baixo.

E encontrar o 13º namorado não é uma tarefa simples. Acontecimentos e surpresas vêm à tona, fazendo com o que o leitor se pergunte: quem será?

Karl é lutador de MMA, mas teve que deixar as lutas de lado devido a um sério acidente.

Sua vida gira em torno de decepções e tristezas relacionadas a amigos e família.

Rebeca e Karl precisam mudar suas vidas devido aos acontecimentos desagradáveis que rondam seus dias. Os capítulos são alternados entre eles, permitindo ao leitor entender os pontos de vista de cada um, além de seus receios e medos.

Em resumo, este é um livro que passa uma mensagem de fé e crença no amor.

Um livro que desperta curiosidade no leitor, com um desfecho de aprendizados para a vida.

“A nossa maior riqueza não são os bens materiais, mas as pessoas que amamos.”

Trilogia: Como eu era antes de você | Jojo Moyes

“Sem amor eu já teria afundado várias vezes.”

Hoje o post é especial para o Dia dos Namorados, o que pede uma história para aquecer o coração!

Quem já leu este amor de trilogia?!

Como eu era antes de você: Lou Clark não tem ambições de vida. Ela convive com sua família e seu namorado pouco interessado. Um dia ela consegue um novo emprego como cuidadora de um tetraplégico (Will), um cara mal humorado, mas o que ele não sabe é que Lou chegou para dar outro sentido em sua vida, assim como ele também proporciona uma visão de vida bem diferente para ela. Este é um livro para chorar!

Depois de você: esta continuação traz uma Lou tentando lidar com uma nova vida e algumas pequenas surpresas, como por exemplo, a chegada de uma nova personagem. Este livro é o que menos me agradou, talvez por esperar que fosse intenso como o primeiro.

Ainda sou eu: Aqui se percebe uma Lou mais madura e forte, em busca de um recomeço para sua vida, passando por dificuldades e superando cada uma delas. Eu adorei o fechamento da trilogia com a “nova Lou” que a autora trouxe para esta história!

“Viva com ousadia. Se esforce. Não se acomode. Apenas viva bem. Apenas viva.”

Livro: O estrangeiro | Albert Camus

“Foi então que tudo vacilou. O mar trouxe um sopro espesso e ardente. Pareceu-me que o céu se abria em toda a sua extensão, deixando chover fogo.”

Meursault é um homem que não se importa com os acontecimentos em sua volta. “Tanto faz” é uma expressão muito usada por ele quando lhe dirigem alguma pergunta.

O livro inicia com a morte de sua mãe, mas ele não demostra sentimentos em relação a este acontecimento.

Ele continua levando uma vida banal, até que um dia comete um crime a troco de nada e é preso e julgado.

A leitura deste livro pode causar certo estranhamento para muitos leitores, mas grandes mensagens podem ser observadas pelo seu aspecto filosófico.

O cenário é a Argélia nos anos 40, durante a 2ª Guerra Mundial, quando o país era uma colônia francesa. O ambiente era propício para o crescimento do absurdismo, tema que se refere à tendência humana de buscar significado à vida.

Percebe-se que Meursault não é julgado pelo crime que cometeu, mas por não seguir um padrão de comportamento que, se tivesse seguido, não estaria sendo verdadeiro.

Uma obra de 1942, porém com debates tão atuais que poderíamos ficar horas conversando sobre o assunto!

Você já leu este livro ou algum outro do autor? Se sim, o que achou?

Livro: Aprendizados | Gisele Bündchen

“Tudo o que vivemos, as coisas boas e as ruins, tem um significado, mesmo quando não conseguimos entender imediatamente qual é. Tudo acontece para que nós possamos aprender e evoluir.”

O mundo conhece “ela”: a modelo, mas para conhecer a Gisele, você precisa ler este livro!

“Ela” é como a Gisele se refere ao seu papel de modelo. Por trás deste papel, existe uma mulher com suas preocupações e anseios que são apresentados neste livro.

Esta é uma leitura que pode proporcionar diversos ensinamentos. Destaque para alguns a seguir:

  • Tudo o que você faz, seja uma simples ou difícil tarefa, precisa de disciplina. Com dedicação, você pode conquistar o que mais deseja;
  • Muitas pessoas vivem em uma espécie de roda de hamster: no piloto automático. É preciso sair desta roda e refletir sobre seus pensamentos e ações;
  • Cuidar da mente e do corpo é importante, além de ter uma boa alimentação;
  • As pessoas deveriam se preocupar mais com o meio ambiente. Devemos ter contato com a natureza para gerar boas energias;
  • O aprendizado em nossas vidas é constante, e tem como objetivo fazer a melhor versão de nós mesmos conforme o tempo passa.

Quem já leu? Tirou muitos aprendizados deste livro?

Livro: As mil partes do meu coração | Colleen Hoover

“Ficamos abraçadas por um bom tempo e isso me fez questionar por que todos nessa família se opuseram tanto à sinceridade e aos abraços nos últimos anos.”

Merit faz parte de uma família nada normal, assim como todas as outras!

Ela mora em uma antiga igreja, com seu pai, sua irmã gêmea, seu irmão mais velho, a atual esposa de seu pai e Moby, seu irmão mais novo por parte de pai. Para completar, sua mãe mora no porão, e novos moradores logo aparecem na casa: Sagan e Luck.

O relacionamento de Merit com essas pessoas não é nada amigável (exceto com Moby), e ela guarda alguns segredos deles que mexem com seus pensamentos.

Este é um livro que trata de um tema bem delicado que é a depressão.

É possível também notar várias outras mensagens que tão transmitidas durante a leitura, tais como: se colocar no lugar do próximo e falta de diálogo nas famílias.

É apenas o primeiro livro da autora que eu leio, mas acredito que Colleen Hoover consegue abordar temas sérios com histórias leves e de linguagem fácil.

E você, já leu este livro ou algum outro da autora? Algum livro especial que você gostou mais?

Livro: O Conto da Aia | Margaret Atwood

“Aprendi a viver sem uma porção de coisas. Quando temos muitas coisas, dizia Tia Lydia, nos tornamos apegados a este mundo material e nos esquecemos dos valores espirituais.”

O conto da aia é uma distopia publicada originalmente em 1985. Esta edição foi publicada pela Editora Rocco em 2017.

Em um mundo devastado pela radiação e com a taxa de natalidade baixa, uma nova ordem foi estabelecida. Surge então a república de Gilead, onde a população feminina é a mais impactada.

As mulheres férteis (aias) tem a função de gerar filhos para as famílias ricas. As esposas dos comandantes fazem parte destas famílias e as marthas são responsáveis pelo serviço doméstico.

Existem também as consideradas “não mulheres”: viúvas, homossexuais, feministas e inférteis que vivem nas colônias expostas à radiação.

Independente de onde uma mulher se encaixe, nenhuma se sentia feliz.

O livro é narrado por Offred, uma aia que é enviada para uma família rica e precisa exercer seu papel de gerar filhos.

Durante a narrativa, Offred relembra momentos em que tinha uma família, um trabalho e era feliz.

O início da leitura pode ser difícil por intercalar presente e passado, mas nada que tire o mérito desta história muito bem elaborada. Além disso, são detalhes necessários para compreender a trajetória de Offred.

Este é um daqueles livros para mexer com a nossa cabeça. Mesmo sendo escrito há mais de 30 anos, continua atual e relevante.

E você, já leu? Gosta de histórias distópicas como esta?